segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

A CASA DE UM ESTILISTA

O estilista John Rocha, que vive em Dublin,  provou que bom gosto faz parte da sua vida em todos os sentidos, e sua casa no sul da França é prova disto. 
Foi inteiramente decorada por ele, com piso em limestone e paredes brancas, segundo ele, o lugar perfeito para andar descalço e simplesmente desacelerar em companhia de Odette, sua sócia e musa, com quem ele vive há 35 anos.
A pureza das linhas e a decoração despretensiosa deixam evidente o espírito livre de ostentação dos seus proprietários.
Leve, clara, perfeita!
























Via Heart and Design


7 comentários:

  1. Há algo de frio neste minimalismo que não faz o meu género... esta casa poderia ser em qualquer outro lado - estou pensando, Marrocos - e você não pestanejaria.

    Too much Design, talvez. Não há "vida" nela. Parece uma casa de revista à espera que alguém a compre e a torne sua porque para já não tem qualquer identificação com os donos. Vidro demais me deixa desconfortável... essas varandas e essa mesa no jardim arrepiam-me mas talvez porque a realidade do Designer seja eu e minha Musa e a minha uma realidade mais familiar.

    Uma boa semana para vocês,

    Teresa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O minimalismo surte este efeito nas pessoas - linhas limpas demais, tudo meticulosamente e premeditadamente no lugar - e isto passa a imagem de falta de vida.
      Ainda assim, uma casa bonita.
      Abraços e obrigada por deixar aqui seu comentário.
      Tereza

      Excluir
  2. Bela residência. Projeto de paisagismo show

    ResponderExcluir
  3. Concordo com a Teresa..............

    ResponderExcluir
  4. It's interesting how this has not dated at all. I first saw this home in a magazine about 10 years ago (maybe?). Loved it then, and love it just as much now. Just goes to show how simple, but brilliant architecture is quite timeless. xx

    ResponderExcluir
  5. Meninas,
    Simplesmente AMAZINGGGGGGGGGGGGG!
    Beijinhos



    ResponderExcluir

Vou adorar ler seu comentário, além é claro, do prazer enorme de saber que passou por aqui.